sábado, 22 de outubro de 2016

E OS MANUSCRITOS ORIGINAIS DA BÍBLIA?

Fragmentos do Evangelho de João

Os manuscritos originais da Bíblia foram transmitidos de forma confiável para nós?

Norman Geisler e William Nix atestam a confiabilidade da Bíblia na transmissão ao longo dos séculos:
Entre o manuscrito e a Bíblia moderna, estende-se um importante elo na cadeia geral "de Deus para nós", conhecida como transmissão. Ela oferece uma resposta positiva para a pergunta: os estudiosos da Bíblia, hoje, possuem uma cópia exata dos manuscritos? Obviamente, a autenticidade e autoridade da Bíblia não podem ser estabelecidas a menos que seja sabido que as presentes cópias têm integridade. Em apoio à integridade do texto, um enorme número de documentos antigos pode ser apresentado. Para o Novo Testamento, começando com antigas versões do segundo século e fragmentos de manuscritos, e continuando com citações abundantes dos pais da igreja e milhares de cópias manuscritas daquela época até as versões modernas da Bíblia, existe praticamente uma linha intacta de testemunho. Além disso, não existem apenas incontáveis manuscritos para apoiar a integridade da Bíblia (incluindo o Antigo Testamento desde a descoberta dos manuscritos do mar Morto), mas um estudo dos procedimentos de preparo e preservação dos manuscritos bíblicos revelam a fidelidade do próprio processo de transmissão. Na verdade, pode-se concluir que nenhum outro documento da antiguidade chega ao mundo moderno com tal evidência de sua integridade como acontece com a Bíblia. (A General Introduction to the Bible.p.355)

Quais são as responsabilidades que Deus atribuiu a si mesmo para transmitir as Escrituras?

O papel de Deus tem cinco aspectos fundamentais:
A. A revelação: esse foi o processo pelo qual Deus revelou aos escritores da Bíblia aqueles fatos e verdades necessários que, de outra maneira, não poderiam saber. Dessa forma, a revelação move-se de Deus para o homem e envolve o ouvido: o homem ouve o que Deus quer que seja ouvido.
B. A inspiração: esse foi o processo pelo qual Deus garantiu que Suas revelações orais fossem corretamente grafadas pelos escritores da Bíblia. Assim, a revelação move-se do homem para o papel e envolve a mão: o homem escreve o que Deus deseja que seja escrito.
C. A iluminação: esse é o processo pelo qual Deus continuamente lança luz e compreensão divina sobre todos os que leem Sua revelação inspirada. Assim, a iluminação move-se do papel para a compreensão humana e envolve o coração: o homem recebe o que Deus quer que seja recebido.
D. A canonização: esse é o processo pelo qual Deus determinou que todos (mas somente) aqueles manuscritos inspirados fossem reconhecidos (pelo homem) e incluídos na coleção divina dos 66 livros.
E. A preservação: esse é o processo pelo qual Deus tem trabalhado de forma providencial e sobrenatural (na ocasião) a fim de manter intacta Sua Santa Palavra dos estragos do tempo, contra ataques violentos por parte dos homens perversos, de demônios etc.

Quais são as responsabilidades que Deus atribuiu ao Seu povo para transmitir as Escrituras ?

A. Responsabilidades atribuídas aos eruditos .
  1. Verificação: é o processo pelo qual especialistas em grego e hebraico, cuidadosamente, contrastam e comparam a multidão existente de manuscritos do Antigo e do Novo Testamento a fim de determinar a correta leitura dos originais.
  2. Tradução: é o processo pelo qual linguistas capacitados preparam cópias da Palavra de Deus nas várias estruturas linguísticas da humanidade.
B. Responsabilidades atribuídas aos processadores de informação.
  1. Publicação: é o processo pelo qual todos os meios de comunicação disponíveis (gráfica, televisão, rádio, vídeos, áudio cassetes, internet, DVDs, CD-ROMs etc.) são plenamente utilizados.
  2. Saturação: é o processo pelo qual todo material cristão preparado é efetivamente distribuído em base mundial.
C. Responsabilidades atribuídas aos instrutores (aos pastores, professores, missionários) que são chamados para transmitir a Palavra de Deus para outros em uma base regular:
  1. Preparo: é o processo pelo qual o instrutor, cuidadosamente, estuda o texto em particular que deverá ensinar.
  2. Súplica: é o processo no qual o instrutor ajoelha e pede ao Deus da Palavra que abençoe a Palavra de Deus!
  3. Interpretação: é o processo pelo qual o instrutor corretamente explica o significado do texto.
  4. Ilustração: é o processo pelo qual o instrutor apresenta histórias, acontecimentos úteis etc., para lançar luz sobre o texto e, dessa forma, capacitar o aluno a compreendê-la.
  5. Aplicação: é o processo pelo qual o instrutor apresenta como texto escritural pode ser aplicado à vida de cada aluno de forma prática.
D. Responsabilidades atribuídas a todos os cristãos.
  1. Santificação: processo pelo qual o cristão permite que a Palavra de Deus separe-o e, assim, torne-o mais parecido com Jesus.
  2. Proclamação: é o processo pelo qual o cristão usa todas as oportunidades para proclamar e anunciar a gloriosa mensagem do evangelho!
LEIA TAMBÉM:
Até a próxima!
Fica na paz!