quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Por que o povo de Deus teve de sofrer se o Senhor estava do seu lado?

Às vezes, as pessoas são levadas a aceitar Cristo por acharem que Ele resolverá seus problemas. Contudo, o Mestre não prometeu resolver todos os problemas que o cristão enfrentará. Na verdade, Jesus, repetidas vezes, alertou as pessoas de que haveria um preço para segui-lo, e apontou as dificuldades que vêm como resultado de escolher segui-lo (Mc 8.34; Lc 14.28).
A passagem de Êxodo 5 oferece um estudo de caso. A escravidão de Faraó e a perseguição aos hebreus eram puramente estratégicas. O capítulo l mostra a preocupação dele com o crescimento deste setor da população, pois o governante achava que isso poderia causar-lhe problemas. No capítulo 5, a situação é diferente. Moisés e Arão levam ao povo a esperança de que o Senhor iria resgatá-los em breve. Durante seu primeiro encontro com Faraó, Moisés e Arão confrontaram-no com a realidade do governo soberano de Deus. Não surpreendentemente, Faraó considerou isso como uma ofensa à sua soberania e reagiu com força contra os hebreus. Portanto, quando o Reino de Deus confronta os Seus inimigos, geralmente, há conflitos e dificuldades para o povo de Deus.
Portanto, não devemos ficar surpresos quando dificuldades surgirem em nosso caminho. Os cristãos trocam a aliança com reino das trevas pelo Reino da luz (Cl 1.12,13), e aqueles que governam no reino das trevas não costumam perder domínio sem lutar. E, assim como os hebreus daquele tempo, devemos permanecer firmes na fé, sabendo que Deus erá garantir-nos a vitória (Êx 6.1-8; Jo 16.33; Rm 16.20).

Estudando Êxodo 5.1-9
Às vezes, dificuldades vêm como resultado da obediência a Deus. Moisés e Arão obedeceram ao Senhor e entregaram Sua mensagem a Faraó. Este, por sua vez, reagiu com mais trabalho e opressão sobre os hebreus.
Muitas vezes nos perguntamos o que fizemos para merecer nossas dificuldades. Normalmente, olhamos para algo que fizemos de errado. Mas, às vezes, não são nossos pecados que nos trazem sofrimento, mas, sim, a nossa obediência a Deus em um mundo que corre na direção oposta.
Você está seguindo a Deus, mas ainda sofre - ou sofre ainda mais do que antes? Se sua vida é triste, pode não ser consequência de seu próprio pecado, mas dos outros. Você pode estar sofrendo por agir certo em um mundo errado. (Veja também 1Pe 3.13-22).

Você vai gostar de ler também: 


Até a próxima!
Fica na paz!